Recrutamento e Seleção

Contrato de trabalho temporário: como acertar na contratação?

contrato-de-trabalho-temporario-como-acertar-na-contratacao.jpeg
Escrito por NVH

Em certas épocas do ano ou por simples acaso, sua empresa pode precisar de novos colaboradores por um período limitado. É para isso que serve o contrato de trabalho temporário! Dessa forma, você pode atender a demanda do mercado sem ter que se comprometer com uma contratação permanente.

Porém, é necessário tomar alguns cuidados para não ter problemas nesse processo. Uma contratação temporária possui várias vantagens, mas ela não isenta o contratante (ou seja, você) de certas responsabilidades. Por exemplo, você precisa buscar uma empresa intermediária que faça o contato entre você e esses profissionais temporários.

Para ajudar você a fazer um bom contrato de trabalho temporário e não cair em nenhuma armadilha, trouxemos aqui 4 dicas simples, mas eficientes, que você pode seguir. Veja!

Liste as exigências do trabalho

Como em qualquer contratação regular, você deve ter uma lista clara das exigências da vaga a ser preenchida. Sem isso, nenhuma intermediária poderá encontrar um profissional adequado para você! Formação e experiência, entre outros fatores, devem sempre ser destacados.

Lembre-se também de ser flexível nesse ponto. Um profissional temporário não terá o mesmo tempo para se adaptar à sua dinâmica empresarial, quanto mais a todas as exigências de um colaborador efetivo.

Se não houver um único candidato que preencha todos os requisitos, busque alguém que atenda ao mínimo necessário. Já deve ser o suficiente para um contrato temporário!

Confira a situação legal dos temporários

Um contrato de trabalho temporário garante aos colaboradores os mesmos direitos de qualquer trabalhador, como o piso salarial da categoria e FGTS. Portanto, ao buscar esse tipo de contratação, certifique-se de que essas obrigações sejam cumpridas.

Da mesma forma, você deve fiscalizar a sua intermediária. Se houver algum caso de ilegalidade, a imagem da sua empresa pode ficar manchada ao se envolver nessa ação. Então, busque sempre empresas que tenham suas obrigações fiscais confirmadas.

Prepare ao menos um dia de treinamento

Nenhum colaborador, temporário ou efetivo, conseguirá trabalhar adequadamente sem alguma forma de inclusão no dia a dia da empresa. Mesmo profissionais acostumados a migrar de companhia com frequência precisam de alguma instrução com relação ao seu novo meio de trabalho.

Como contratante, é seu trabalho oferecer ao menos um treinamento no primeiro dia, facilitando o processo de adaptação. Dessa forma, o resto do período de contratação será mais rentável.

Apesar de haver uma grande pressão para iniciar o serviço rapidamente, investir esse tempo pode garantir rentabilidade muito maior no fim das contas, pois o trabalho do colaborador temporário será de maior qualidade e eficiência.

Acompanhe as épocas de maior demanda

Você já deve saber que existem períodos em que a demanda por um contrato de trabalho temporário é bem maior do que a média, não é? Geralmente, são datas festivas, feriados prolongados ou momentos de grande mudança no mercado.

Com eles, vêm uma demanda que não é possível cumprir com a força de trabalho normal. Sendo assim, preparar-se para a chegada dessas épocas com antecedência permite que a empresa planeje-se e aproveite ao máximo essa oportunidade.

Agora, você entende um pouco melhor como criar um bom contrato de trabalho temporário para sua empresa. Acha que pode precisar de mais ajuda nesse processo? Então, confira também nosso artigo sobre consultoria de recrutamento e seleção!

Sobre o autor

NVH

Deixar comentário.

Share This