Recrutamento e Seleção

Programa de estágio ou trainee: qual o melhor para a empresa?

programa-de-estagio-ou-trainee-qual-o-melhor-para-a-empresa.jpeg
Escrito por Indianara Ferreira

A inclusão de jovens profissionais na empresa, muitas vezes, é feita por meio de programa de estágio e trainee. Esses programas são benéficos tanto para os estudantes, que têm a chance de adquirir experiência profissional, quanto para as empresas, que agregam inovação a equipe e contribuem para a qualificação de seus futuros profissionais.

No entanto, há algumas diferenças entre os dois modelo de trabalho e, para definir qual o melhor para o negócio, é preciso analisá-los criteriosamente.

Por isso, vamos mostrar neste artigo as principais diferenças entre os programas de estágio e trainee e quando são mais indicados. Confira!

Estágio

A contratação de estagiários é muito comum nas organizações, e pode ser feita por empresas de todos os portes. Esse tipo de contrato apresenta vantagens econômicas, visto que não há os encargos trabalhistas previstos na contratação CLT. Além disso, é uma boa oportunidade de adquirir mão de obra qualificada, já que, após o estágio, o estudante poderá se tornar um futuro talento da empresa.

Nessa forma de trabalho, o estagiário tem a chance de colocar em prática o que aprende na faculdade, porém, na maioria dos casos, tem pouca ou nenhuma experiência.

Por isso, antes de decidir pela realização de um programa de estágio, é importante analisar se a empresa tem condições de contribuir com o desenvolvimento desses futuros profissionais realizando treinamentos, cursos e acompanhamento de gestores para a realização das atividades.

Os estagiários têm carga horária de seis horas, e o contrato é de, no máximo, dois anos. A maioria das empresas iniciam o programa a partir do segundo ou terceiro ano do curso.

Trainee

O programa de trainee é voltado para estudantes recém-formados e, geralmente, é realizado por empresas de grande porte e multinacionais. O processo para seleção desses profissionais é bastante concorrido e rigoroso.

Para identificar os melhores candidatos, é necessário fazer uma avaliação criteriosa com uso de testes online, dinâmicas, entrevistas, entre outras ferramentas. Sendo assim, o ideal é contar com uma empresa especializada em recrutamento.

O trainee é um funcionário efetivo, por isso, o contrato segue as normas e encargos previstos na CLT. A diferença desse jovem profissional para um trabalhador da empresa é que ele passa por treinamentos constantes para assumir cargos de liderança no futuro.

A ideia do programa é investir em talentos para garantir a longevidade e o sucesso do negócio.

Os programas de trainee duram, em média, dois anos, e o profissional tem contato com diversas áreas da empresa para entender melhor o meio corporativo.

Como escolher entre um programa de estágio e trainee

Para escolher entre um programa de estágio e trainee é preciso analisar os objetivos e necessidades da empresa.

Se a organização precisa de funcionários qualificados para assumir cargos estratégicos e tem condições de desenvolvê-los, o ideal é optar por um programa de trainee. Agora se o objetivo é aumentar a equipe, agregar inovação e adquirir profissionais qualificados a longo prazo, o programa de estágio pode ser o mais recomendado. Se a empresa tiver condições, também é possível realizar os dois programas.

Já sabe, entre o programa de estágio e trainee, qual o melhor para a empresa? Quer ver outros artigos e materiais sobre o assunto? Então acompanhe-nos no LinkedIn e no Facebook e não perca nenhuma novidade!

Sobre o autor

Indianara Ferreira

DIRETORIA DE NEGÓCIO, GERÊNCIA COMERCIAL E MARKETING
Graduada em Administração de Empresas, Pós-Graduação em Primeira Gerência e Gestão de Negócios com Ênfase em Marketing e MBA em Trade Marketing– ESPM.

Deixar comentário.

Share This