Recrutamento e Seleção

RH e gestão de pessoas: entenda as diferenças de cada um

rh-e-gestao-de-pessoas-entenda-as-diferencas-de-cada-um.jpeg
Escrito por NVH

Precisamos saber sobre aquilo que estamos falando para não corrermos o risco de sair por aí disseminando informações equivocadas. Muitas vezes, é isso o que acontece quando se trata de RH e gestão de pessoas: usamos os dois termos como sinônimos ou cada hora damos um sentido para esses conceitos, porém, sem respeitar as diferenças de cada um.

Diante disso, criamos um material completo para desmistificar os conceitos de RH e gestão de pessoas, contribuindo para uma visão adequada para esses dois elementos tão importantes no ambiente organizacional. Confira!

A definição de RH

Enquanto conceito, utilizamos a sigla RH, referente a Recursos Humanos, para nos referirmos ao setor que cuida estrategicamente de questões ligadas ao capital humano ou à própria força de trabalho em si, os colaboradores.

O termo RH, como área de uma empresa, é uma evolução do que um dia já foi chamado de Departamento Pessoal, cuja definição carregava uma visão racional para a força de trabalho, em que as pessoas eram vistas como um fator de produção, olhar esse sujeito à teoria da administração científica.

Ao longo dos anos, os recursos humanos ganharam novas conotações. Em primeiro lugar com a aproximação entre a Administração e áreas como a Psicologia e a Antropologia e, atualmente, assume um caráter interdisciplinar.

A partir disso, os colaboradores passam a ser vistos como fonte de vantagem competitiva, tornando-se assim estratégicos. Nesse novo cenário, a gestão de pessoas surge como uma atuação que visa potencializar o desempenho do capital humano, distanciando-se da visão de pessoas como “recursos”.

O significado de gestão de pessoas

Ao contrário do que se pensa (e até mesmo se pratica em alguns lugares) a gestão de pessoas não é exclusiva do setor de Recursos Humanos especificamente. Gerenciar pessoas é papel de todo gestor.

Portanto, enquanto o RH participa estrategicamente da criação de diretrizes, visão, missão e valores da organização como um todo, além de toda a carga trabalhista e burocrática, cada setor tem uma responsabilidade sobre a gestão de seus colaboradores, seguindo, logicamente, uma base de políticas internas comum a toda a empresa.

As diferenças práticas entre RH e gestão de pessoas

Criamos um quadro abaixo para organizar os territórios de atuação de cada uma dessas grandes áreas, mostrando de que forma se diferenciam na prática do dia a dia e, também, onde se cruzam.

RH

Gestão de pessoas

  • procedimentos de entrada e saída de colaboradores

  • definição de ferramentas, instrumentos e métodos

  • ações voltadas para potencializar o desempenho de colaboradores

  • base de diretrizes para a atuação interna e externa da empresa

  • conjunto de práticas direcionadas para o capital humano

  • foco em análises quantitativas

  • questões legais, de suporte, apoio e organização de recursos

  • foco na promoção do desenvolvimento pessoal e profissional

  • clima e cultura organizacional favoráveis

  • relações interpessoais, motivação, desempenho etc.

Hoje, grande parte das funções do RH estão sendo automatizadas, a fim de diminuir o tempo gasto com questões burocráticas e utilizá-lo a favor da gestão de pessoas efetivamente.

Softwares e plataformas de RH têm se tornado cada vez mais populares em empresas, pois otimizam funções administrativas, fortalecendo assim a importância de gerenciar talentos com maior dedicação, o que envolve atração e retenção de pessoas qualificadas por meio de um ambiente organizacional potencializador, criado a partir de estratégias de endomarketing.

O que você acha desse olhar mais humano para os colaboradores de uma empresa? Antes de responder, saiba também sobre a importância do desenvolvimento de pessoas para as organizações!

Sobre o autor

NVH

Deixar comentário.

Share This